Menina e Moça

I
Quando eu era pequenina
A tudo achava graça
À borboleta voando
Ao cãozinho que passava

II
Minhas mãozinhas pequenas
Lindas coisas já moldavam
Com o barro que provinha
Da chuvinha que Deus dava

III
As histórias e contos
Eram a minha atracção
Ouvia silenciosa
E cheia de comoção

IV
Fui crescendo ja menina
Feliz eu continuava
Junto a meus pais e família
A quem eu tanto adorava

V
O tempo assim foi correndo
E em moça me tornei
As belas tranças que tinha
Um certo dias as cortei

VI
Já com as roupas da moda
E sapato com tacão
Passava toda emproada
E um bater no coração

VII
Hoje recordo com saudade
Toda minha meninice
Onde se faz com amor
Tanta asneira e tolice.

Maria do Céu

Anúncios