Saudades de Minha Mãe

Se tu soubesses mãe
quanto tenho sentido a falta
da tua presença.
A falta do teu belo sorriso
daquele olhar tão meigo,
tão profundo,
que me dava ânimo, alento,
força para viver,
para enfrentar este mundo.

Foste uma mãe maravilhosa,
com os teus grandes cuidados,
amando, velando, tratando,
aconselhando, chorando, sofrendo,
sorrindo.

Ó que grande mulher, foste tu:
cheia de amor e boa vontade,
tudo remediavas, tudo vencias,
eras audaz, eras valente,
sim eu sabia.

Com a tua humildade, paciência,
sempre sobrevivias.

Foste uma boa esposa,
e uma mãe exemplar.
Nunca por nunca mãezinha,
eu deixarei de te amar.

Eu gostava de ser mãe
Como tu foste, como tu eras:
Eras como o sol que brilha
e aquece a terra.

Eras como a primavera que
sempre chega,
fazendo os campos verdes,
e as flores florirem,
fazendo os velhos, os novos e
as crianças sorrirem.

Estamos na primavera mãe,
e eu quero sorrir, sorrir, sorrir,
hoje e nos dias que hão de vir,
porque te amo mãe e
sei bem o que é sentir,
porque o amor é bondade,
porque amar é sorrir.

Maria do Céu

Anúncios

Querido Esposo

Meu coração é um cofre
Cheio de recordações
De muita felicidade
Vivida por nós os dois.

Foste o meu grande amor
O meu príncipe encantado
O meu esposo tão querido
E o meu rei muito amado.

Quero-te dizer amor
Que te amo, Que te amo,
Que te amo de verdade
Sinto tanto a tua falta
Estou morrendo de saudade.

Esta linda poesia
No coração vou guardar
E todos, todos dias
Seja noite ou seja dia
Eu a irei recitar
Juntando minha alegria
Por pensar naquele dia
De te poder abraçar.

Eu te amo.

Maria do Céu

Mãe

I
Mãe,
É ser uma super mãe
É essa que guarda e tem
Os mais belos predicados
Se desfaz em mil cuidados

II
Atenta com os seus filhos
Dá-lhes amor e proteção
Dá-lhes beijos e carinhos
E também educação

III
Seja mãe ou super mãe
É coisa maravilhosa
Porque mãe é sempre mãe
E todas elas merecem
Um lindo ramo de rosas

Maria do Céu

A Minha Rainha

I
Vanessa,
Tu és uma moça linda
Teu perfil encantador
Tens um coração de ouro
Onde guardas tanto amor

II
És uma bela estudante
Decidida, graciosa
Tens lutado para vencer
Caprichando, rigorosa

III
Tu tens um lindo sorriso
Um maravilhoso olhar
Teus cabelos tão bonitos
Brilhando com o luar

IV
És Vanessa
Mas para mim, Vanessinha
Tu és aquela que eu amo
Tu és a minha rainha

Maria do Céu

O Meu Livro

I
Gosto tanto de escrever
Quadros, versos, poesia
Dizer tudo aquilo que sinto
Com amor e alegria

II
Com a caneta entre os dedos
No papel ela desliza
Por vezes com rapidez
Outras vezes paralisa

III
E aí eu vou sonhando
E vou pensando também
Minha alma vagueando
Pensando encontrar alguém

IV
Alguém que me compreenda
O que faço e o que digo
Por isso pensei levar
À edição este livro

V
Para todos os leitores
Comprem, leiam, vão gostar
E podem ter a certeza
Todos vós vão adorar

Maria do Céu

Sónia

I
Sónia,
Mas que nome tão bonito
Pela tua simpatia
Foi muito bem escolhido

II
Quanto a ti posso dizer
És alegre e bem disposta
Muito fresca e atraente
És assim como uma rosa
Cheirosa e adolescente

III
Gosto de te ver andar
Por vezes até correndo
Os teus cabelos no ar
Com os caracóis ao vento

IV
Sei que gostas de cantar
Dando as tuas gargalhadas
Dançar é a tua lei
Com vigor, sem palhaçadas

V
Aqui tens o teu retrato
Feito por mim com amor
Se gostas fica com ele
Se não gostares arranjarei onde pôr
Rodeado de alegria
Coberto com luz e cor

Maria do Céu