O Homem do Mar

I
A minha casinha branca
Fica ali naquele rochedo
Vivo ali muito sozinho
Mas de nada tenho medo

II
A minha casinha branca
Tem janelas de madeira
Foi feita com muito amor
Para durar a vida inteira

III
Ao longo da madrugada
Oiço ondas a bater
Pertinho de minha casa
Elas vão-se desfazer

IV
Eu sou um homem do mar
Trabalho com alegria
Pesco à noite ao luar
E às vezes durante o dia

V
O meu berço é este mar
Toda esta maravilha
Vivo sempre em oração
Tenho Deus por companhia

Maria do Céu

Anúncios

Flores

Rosas lindas, perfumadas
Belos cravos e jasmins
Ficam bem em qualquer lado
Embelezam meu jardim.
Minha casa pequenina
Branquinha, cheia de amor
Dentro dela há harmonia
Há um beijo em cada flor.
Falar de amor é uma dor
Conservá-lo é um talento
Tento sempre entrelaça-lo
Para não se ir com o vento.
Minhas rosas são regadas
Com amor e gratidão
E quando elas são podadas
Há muita compreensão.
Há o risco de cair
E os espinhos da rosa
Também nos podem ferir.
Temos que ser cautelosos
Com tudo que semeamos
Para podermos dar amor
A quem tanto nós amamos.

Maria do Céu