Quem és tu?

Quem és tu, ou quem tu és?
Deixa-me lavar-te os pés
Pois me pareces cansado
Talvez dessa caminhada
Longa e dura, pela estrada.
Precisas de descansar
Tirarei tuas sandálias
Com cuidado, com carinho
Para não te magoar.
Iremos depois pra mesa
Com amor te servirei
Poderás depois dormir
Na cama que preparei.
Sinto em mim muita alegria
E quero que em minha casa
Sejas Senhor, sejas Rei.
No olhar do caminhante
Vi uma bondade infinita
Vi amor, compreensão
Vi também a luz da vida.
Aí eu compreendi,
Tinha Jesus ao meu lado
O seu porte, o seu olhar
Resposta me tinham dado.
É assim que Jesus age
Aparece de surpresa
Felizes daqueles que cumprem
Seus mandamentos e leis
Com amor e com firmeza.

Maria do Céu

Anúncios

Flores

Rosas lindas, perfumadas
Belos cravos e jasmins
Ficam bem em qualquer lado
Embelezam meu jardim.
Minha casa pequenina
Branquinha, cheia de amor
Dentro dela há harmonia
Há um beijo em cada flor.
Falar de amor é uma dor
Conservá-lo é um talento
Tento sempre entrelaça-lo
Para não se ir com o vento.
Minhas rosas são regadas
Com amor e gratidão
E quando elas são podadas
Há muita compreensão.
Há o risco de cair
E os espinhos da rosa
Também nos podem ferir.
Temos que ser cautelosos
Com tudo que semeamos
Para podermos dar amor
A quem tanto nós amamos.

Maria do Céu