Saudades de Minha Mãe

Se tu soubesses mãe
quanto tenho sentido a falta
da tua presença.
A falta do teu belo sorriso
daquele olhar tão meigo,
tão profundo,
que me dava ânimo, alento,
força para viver,
para enfrentar este mundo.

Foste uma mãe maravilhosa,
com os teus grandes cuidados,
amando, velando, tratando,
aconselhando, chorando, sofrendo,
sorrindo.

Ó que grande mulher, foste tu:
cheia de amor e boa vontade,
tudo remediavas, tudo vencias,
eras audaz, eras valente,
sim eu sabia.

Com a tua humildade, paciência,
sempre sobrevivias.

Foste uma boa esposa,
e uma mãe exemplar.
Nunca por nunca mãezinha,
eu deixarei de te amar.

Eu gostava de ser mãe
Como tu foste, como tu eras:
Eras como o sol que brilha
e aquece a terra.

Eras como a primavera que
sempre chega,
fazendo os campos verdes,
e as flores florirem,
fazendo os velhos, os novos e
as crianças sorrirem.

Estamos na primavera mãe,
e eu quero sorrir, sorrir, sorrir,
hoje e nos dias que hão de vir,
porque te amo mãe e
sei bem o que é sentir,
porque o amor é bondade,
porque amar é sorrir.

Maria do Céu

Anúncios

O Homem do Mar

I
A minha casinha branca
Fica ali naquele rochedo
Vivo ali muito sozinho
Mas de nada tenho medo

II
A minha casinha branca
Tem janelas de madeira
Foi feita com muito amor
Para durar a vida inteira

III
Ao longo da madrugada
Oiço ondas a bater
Pertinho de minha casa
Elas vão-se desfazer

IV
Eu sou um homem do mar
Trabalho com alegria
Pesco à noite ao luar
E às vezes durante o dia

V
O meu berço é este mar
Toda esta maravilha
Vivo sempre em oração
Tenho Deus por companhia

Maria do Céu